Sosseguem: este livro entrou no ARQUIVO EPHEMERA já assim, não foi comido lá. Embora nem tudo seja ideal, o controlo da temperatura e da humidade diminui  o risco de haver infestações de bibliófagos. Agora, que toda a gente usa metáforas sobre a guerra, está é uma guerra que levamos muito a sério. Mas estão sempre a entrar novas ofertas e há livros e papéis em quarentena e outros, com muita pena, deitados fora em nome da saúde colectiva. É a vida. Mas estes insectos, que nas piadas de bibliotecários são referidos como "grandes leitores" porque lêem mais que nós, sabem muito bem o que querem. Não vão ao catálogo, mas comem com discernimento. Este livro, entrado há cerca de uma semana, vinha assim: comido de tal maneira que os contornos da figura da capa foram recortados com precisão. Claro que há uns bibliófagos pobres ou anarquistas que comem tudo por todo o lado, mas outros foram ao prato principal, a figura feminina, Uns comem pão, quando há, e outros brioche, Não há razão para os bibliófagos uns terem a sua Maria Antonieta., e outros cantarem o Ça Ira.

Veja aqui o programa Ephemera da TVI24

A TVI24 associa-se à biblioteca e arquivo de José Pacheco Pereira, publicando todos os dias uma imagem inédita dos fundos do arquivo, que estão a ser tratados mas ainda não foram publicados. Essa imagem, que pode ser uma fotografia, um panfleto, um documento, a capa de um livro, um objecto, um autocolante, um pin, um cartaz, um vídeo ou uma gravação será acompanhada por um pequeno texto que complementa a informação do EPHEMERA DIÁRIO. 

Quem possa ter mais documentação ou informações sobre a imagem/tema em causa pode enviar para jppereira@gmail.com ou jrreis@tvi.pt.

Pacheco Pereira