As autoridade japonesas confirmaram hoje que o português Adriano Maranhão, canalizador no navio Diamond Princess, atracado no porto de Yokohama, deu teste positivo ao coronavírus Covid-19, disse à Lusa fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Foi confirmado pelas autoridades de saúde japonesas que a pessoa em causa deu teste positivo. A família está informada, assim como o próprio”, revela fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros numa nota enviada à agência Lusa.

De acordo com a mesma fonte, o ministério está a “insistir junto das autoridades locais para que se proceda à sua transferência para o hospital de referência”, no Japão.

O português está no Diamond Princess desde 13 de dezembro, e realizou as análises na passada quinta-feira. Soube o diagnóstico durante a madrugada de sábado e está desde então isolado numa cabine do navio.

O cidadão português chama-se Adriano Luís Maranhão, é natural da Nazaré, distrito de Leiria, e exerce funções como primeiro canalizador naquela embarcação, que se encontra em quarentena ao largo da costa do Japão, a sul da cidade de Yokohama.

Contactada pela TVI, a Direção-Geral da Saúde (DGS) confirmou que os passageiros do navio estão a ser testados desde quinta-feira.

Marcelo Rebelo de Sousa já contactou a família de Adriano Maranhão.