O cabeça de lista do CDS às europeias, Nuno Melo, acusou hoje o “Governo absolutamente taticista” de não mostrar os números da execução orçamental para “esconder as más notícias” que possam “fazer dano” ao PS nas eleições.

O tema foi lançado por Nuno Melo depois de visitar a feira de Barcelos, Braga, a última na campanha para as europeias de domingo, e acusou os socialistas de não quererem mostrar onde vão acontecer as cativações orçamentais.

“Manifestamente, o Governo, se não tem nada esconder em relação a um decreto de execução orçamental que normalmente é publicado nos primeiros três meses do ano, é porque quer esconder as más notícias que do ponto de vista eleitoral lhe possam fazer dano. De outra forma, assumia”, disse.

E insistiu na ideia de que “se o Governo não publica [a execução orçamental] é porque quer esconder”, dado que, acusou, “este é um Governo absolutamente taticista”.

O dia de campanha do CDS é passado hoje nos distritos de Braga e do Porto, terminando com um jantar em que também discursará a presidente do partido, Assunção Cristas.