Morreu esta madrugada o deputado do Partido Socialista (PS) João Ataíde das Neves, vítima de doença súbita, confirmou a TVI fonte ligado ao partido. O último ato público do socialista foi na quinta-feira na aprovação da despenalização da eutanásia, no Parlamento.

João Ataíde, de 61 anos, foi secretário de Estado do Ambiente, durante o governo de António Costa, na anterior legislatura.

O ministro do Ambiente lamentou a morte e elogiou a "excecional capacidade profissional e política" e a "dedicação à causa ambiental" do deputado. 

O ministro, e todos no Ministério do Ambiente e da Ação Climática, lamentam profundamente a morte do dr. João Ataíde. Todo o seu percurso como magistrado, como presidente da Câmara da Figueira da Foz e como secretário de Estado do Ambiente foi um exemplo de serviço público", lê-se numa nota assinada por João Pedro Matos Fernandes, em que apresenta condolências à família.

João Ataíde nasceu a 3 de Maio de 1958 na Figueira da Foz, em Coimbra, e licenciou-se um direito na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e fez uma pós-graduação Justiça Europeia de Direitos do Homem.

Foi Diretor Nacional Adjunto da Polícia Judiciária de Coimbra e, em 2004, foi nomeado Diretor Nacional Adjunto da Polícia Judiciária do Porto.

Em 2007, foi nomeado Juiz Desembargador do Tribunal da Relação do Porto e, em 2008, assumiu funções no Tribunal da Relação de Coimbra, cargo que desempenhou até junho de 2009.

Em outubro de 2009, assumiu o primeiro mandato como Presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, tendo sido reeleito em 2013 e em 2017. 

Entre 2014 e 2019, assumiu também as funções de Presidente do Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra.

Alexandra Monteiro / Notícia atualizada às 12:57