O ministro da Economia e Transição Digital anunciou que Portugal passará na próxima semana a receber no país cidadãos estrangeiros que apresentem o devido certificado de vacinação, como recomendado pelo Conselho da Europa.

A medida foi anunciada esta tarde em Arouca, no distrito de Aveiro, durante a apresentação da campanha de promoção nacional e internacional do destino Portugal.

Esta semana vamos assegurar a reabertura das viagens não-essenciais a partir dos Estados Unidos para Portugal, para pessoas que tenham certificado de vacinação, conforme a recomendação do Conselho Europeu recentemente aprovado", disse Pedro Siza Vieira.

Isso significa que visitantes provenientes do território norte-americano "com duas vacinações completas de uma marca reconhecida pela Autoridade Europeia do Medicamento poderão fazer viagens não-essenciais [para Portugal] a partir da próxima semana".

A medida surge na sequência da aprovação pela presidência portuguesa da União Europeia do regulamento dos certificados de viagem relativos à covid-19, o que, segundo o governante, visa sobretudo "assegurar que há critérios uniformes de circulação de pessoas" dentro do território europeu.

O que quisemos assegurar é que os cidadãos que cumprissem os mesmos requisitos dentro da União Europeia pudessem recuperar essa liberdade de circulação", declarou Pedro Siza Vieira.

O ministro acredita que a mobilidade aérea retomará a normalidade "nas próximas semanas ou nos próximos meses" porque os planos de vacinação "estão a ser executados a grande velocidade em toda a Europa", mas diz que, entretanto, o foco das entidades do setor deve ser outro.

. / HCL - notícia atualizada às 22:42