A Rede Unitária Antifascista (RUA), que reúne vários movimentos, está a organizar para dia 10, pelas 15 horas, uma manifestação contra a presença da líder da extrema direita francesa no âmbito da campanha presidencial de André Ventura. O antifascistas estão a convocar a manifestação para Lisboa através das redes sociais

No programa de campanha para as eleições presidenciais de 24 de janeiro, o candidato André Ventura tem previsto uma ação de campanha com a líder da Frente Nacional francesa, mas também com o líder da Liga do Norte italiana, Matteo Salvini.

André Ventura já disse que "será um orgulho enorme ter a Marine Le Pen", o que os organizadores do manifesto consideram uma afronta. No texto do manifesto da RUA publicado no Facebook, escrevem que Marine Le Pen "é o rosto da extrema-direita que tem protagonizado em França, os ataques aos imigrantes, refugiados e pessoas racializadas ", relembrando que "foi também o partido de Le Pen que, em 2015, vandalizou um clube português no sudeste de Paris, com frases como “Morte aos portugueses. Viva a FN”".

"É gritante a hipocrisia da extrema-direita e personagens como Ventura e Le Pen são um insulto a todos os trabalhadores migrantes que todos os dias deixam nos países de destino a maior parte do valor de seu trabalho. Sabemos que estas presidenciais de 2021 vão ser usadas pela extrema-direita como ferramenta para dar mais alcance aos seus ideais fascistas. Por isso, acreditamos que urge barrar o crescimento da extrema-direita em Portugal e no mundo e impedir a normalização dos discursos populistas e fascistas que se aproveitam das desigualdades e do preconceito para enganar milhares de pessoas, virando trabalhadores contra trabalhadores."

A RUA declara "que o país não permanecerá em silêncio face ao desfile da intolerância" e por isso pede a todos os antifascistas uma manifestação na Praça Luís de Camões, no próximo domingo, pelas 15:00 horas. 

De acordo com a agenda conhecida de André Ventura, no próximo domingo tem um almoço marcado com Marine Le Pen, estando ao final desse dia em Beja.

Paula Oliveira