O primeiro-ministro alertou esta quarta-feira que ainda há um logo caminho pela frente no que diz respeito ao combate à pandemia.

A batalha contra a pandemia não está ganha. Nós podemos vir, espero que não, a recuar e a voltar a encerrar as escolas do primeiro ciclo", disse António Costa numa declaração ao país.

António Costa justificou assim que a despesa não pode aumentar e a receita não pode diminuir porque ainda podem vir a existir "retrocessos".

Sobre o plano de desconfinamento, o primeiro-ministro diz que este se mantém "se tudo correr bem". O Conselho de Ministros reúne-se esta quinta-feira para avaliar os próximos passos a dar.

O chefe de Governo fez o alerta depois de ter anunciado que os três diplomas dos apoios sociais - e que foram aprovados no Parlamento no dia 3 de março - vão seguir para o Tribunal Constitucional.

Em causa estão três diplomas: o que alarga o universo e o âmbito dos apoios sociais previstos para trabalhadores independentes, gerentes e empresários em nome individual, o que aumenta os apoios para os pais em teletrabalho e o que estende o âmbito das medidas excecionais para os profissionais de saúde no âmbito da pandemia também à recuperação dos cuidados primários e hospitalares não relacionados com a covid-19.

Lara Ferin