O primeiro-ministro afirmou esta quarta-feira que a presidência portuguesa do Conselho da União Europeia orgulha-se de ter contribuído para a existência de uma parceira forte com o Reino Unido, com a aprovação do acordo de comércio e cooperação.

"Com a aprovação hoje pelo Parlamento Europeu do acordo de comércio e cooperação entre a União Europeia e o Reino Unido abre-se um novo capítulo nas relações" bilaterais, escreveu António Costa numa mensagem que publicou na sua conta pessoal na rede social Twitter.

Na mesma mensagem, o líder do executivo salientou que a presidência portuguesa do Conselho da União Europeia "orgulha-se de contribuir para desenvolver uma parceria forte com este vizinho, amigo, aliado e parceiro fundamental".

O Parlamento Europeu aprovou o Acordo de Comércio e Cooperação entre União Europeia e Reino Unido, que estabelece o novo quadro de relações entre as duas partes no pós-Brexit', anunciou hoje de manhã a assembleia.

Numa votação realizada na terça-feira, mas cujo resultado foi anunciado apenas hoje de manhã, na abertura do terceiro dia da sessão plenária que decorre em Bruxelas - dado o processo de contagem de votos à distância ser mais moroso -, o acordo foi aprovado com 660 votos a favor, cinco contra e 32 abstenções, encerrando-se assim o longo processo de ?divórcio' entre UE e Londres.

O Acordo de Comércio e Cooperação pós-?Brexit' negociado entre o Reino Unido e a UE foi concluído em 24 de dezembro de 2020 e começou a ser aplicado provisoriamente em 01 de janeiro, com um prazo até à próxima sexta-feira, 30 de abril, para permitir a conclusão da sua revisão jurídico-linguística e aprovação pelo Parlamento Europeu.

Depois desta votação no Parlamento, o acordo sobre as relações futuras entre UE e Reino Unido entrará em vigor de forma definitiva assim que o Conselho completar o procedimento de ratificação com a adoção do texto, a secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias garantiu que ocorreria sem demoras, até ao final da semana e do prazo provisório.

Em declarações à agência Lusa, o ministro de Estado dos Negócios Estrangeiros defendeu hoje a importância da aprovação pelo Parlamento Europeu do Acordo de Comércio e Cooperação entre União Europeia (UE) e Reino Unido, em especial por ter ocorrido sob a presidência portuguesa da UE.

"É muito importante este acordo para a Europa, mas é particularmente saboroso para Portugal que tenha sido obtido durante a nossa presidência [do Conselho da União Europeia]", disse.

"Portugal é ao mesmo tempo um país europeu, a nossa área histórica de inserção é a Europa, mas nós somos ao mesmo tempo um país atlântico e a nossa relação também histórica com o Reino Unido é muito profunda", acrescentou Augusto Santos Silva.

/ RL