assinados que estão já os acordos

"Não é um acordo para fotografia, mas assente em compromisso para fazer aquilo que é necessário"

"A política é feita de escolhas e a escolha que fazemos dá uma solução governativa ao país e mostra que em Democracia há sempre alternativa, sendo nosso o dever de a construir. Acabou um tabu, derrubou-se um muro, venceu-se mais um preconceito. Aqui na Assembleia da República somos todos diferentes nas nossas ideias, mas todos iguais na nossa legitimidade"
 

é "divórcio" na certa

Sabemos que não ganhámos as eleições



"Estavam tão ansiosos de me ouvir, agora ouçam-me"remetido ao silêncio



"Portugal precisa de estabilidade e a coligação não a assegura. Por isso, este governo não serve necessidades do país. Portugal precisa de outro governo".



Esquerda(s) diferente(s) e ainda bem


particularmente exigente e responsabilizante"



Hoje já conhecemos a resposta

"Esquerda é e deseja continuar a ser plural e diversa. Para construirmos em conjunto não temos nenhum de nos de revogar o que é irrevogável. O que permite esta solução é a capacidade que cada um teve de, respeitando diferenças, partilhar".




Catarina MartinsJerónimo de Sousa