"Acho que, em último lugar, a solução deve ser uma intervenção militar, mas Portugal não pode deixar as alianças que tem estabelecidas."




"Não creio que esta situação se resolva com uma situação militar e uma situação militar acabará por agravar os problemas."




"O número é conhecido relativamente ao primeiro lote, 1500 refugiados. Não pusemos nenhum obstáculo em receber mais 2000 refugiados, mas poderemos receber ainda mais."


"A Europa deve mudar alguma coisa. Está a ficar um continente envelhecido e precisa também de alguma imigração. Cada país deve reavaliar a sua politica."


Mais sobre o debate:​

O que eles dizem sobre o (des)emprego

Costa quer prestações sujeitas a condições de recurso, sem esclarecer quais

"Baixaram o IVA, aumentaram salários e comemos com um resgate"

Gestão da dívida: a "lata" de Passos ou a "inverdade" de Costa?

Passos fala em "demagogia", Costa diz que PM é "embirrento"

Costa demarca-se do Syriza, Passos rejeita mudar de posição na UE