declarações de Maria Luís Albuquerque

“Aquilo que nós estamos a trabalhar com muito rigor é na construção de uma alternativa, que garanta o futuro da sustentabilidade da Segurança Social não com cortes nas pensões, mas garantindo a integralidade das pensões já em pagamento e reforçando o futuro da Segurança Social por via da diversificação  das fontes de financiamento, de forma a termos uma Segurança Social mais sólida, não só para os pensionistas de hoje, mas também para os pensionistas de amanhã”, disse António Costa em direto na TVI24.




"A Constituição impõe a garantia das pensões em pagamento", advogou o líder socialista, ainda em resposta à intenção do executivo de proceder a uma reforma que permita uma poupança de 600 milhões de euros no sistema de pensões.








O líder parlamentar do PS, Ferro Rodrigues, minutos antes, tinha criticado também Maria Luís Albuquerque: "A senhora ministra [das Finanças] que continuar a pôr em prática um programa de ataque aos pensionistas e aos funcionários públicos. É esse aliás o único ponto em concreto que conhecemos do programa da coligação PSD/CDS para as próximas eleições".