O primeiro-ministro esteve esta segunda-feira no Comando Aéreo da Força Aérea Portuguesa, em Monsanto, Lisboa, acompanhado do ministro da Defesa Nacional, seguindo de helicóptero para Monte Real, Leiria, na primeira visita do chefe do governo ao ramo.

António Costa foi recebido pelo chefe do Estado-Maior da Força Aérea (CEMFA), general Manuel Rolo, e pelo ministro da Defesa, Azeredo Lopes, cerca das 09:00.

O chefe do executivo e o ministro da Defesa assistiram depois a um "briefing" sobre a Força Aérea Portuguesa (FAP), à porta fechada, no "bunker alfa", onde funciona o Centro de Operações Aéreas.

Sem prestar declarações à imprensa, os dois governantes partiram depois para a Base Aérea n. 5, em Monte Real, Leiria, a bordo de um helicóptero EH 101, Merlin, operado pela Esquadra 751, (Pumas).

De acordo com o programa divulgado, em Monte Real, o o primeiro-Ministro, o ministro e o secretário de Estado da Defesa, Marcos Perestrelo, visitarão o hangar da manutenção e a chamada "linha da frente" e assistirão ainda a descolagens de aeronaves F-16 para missões de treino operacional.

A visita é a primeira iniciativa em que Azeredo Lopes surge publicamente ao lado do primeiro—ministro depois depois da suspeita que, segundo o Expresso, um major da Polícia Judiciária Militar lançou sobre o ministro da Defesa, afirmando que tinha dado conhecimento ao governante de uma alegada encenação para a recuperação do material militar furtado em Tancos.