O primeiro-ministro destacou que foram administradas este domingo e no sábado 183 mil vacinas contra a covid-19, considerando que se tratou de "um grande sucesso" e que Portugal caminha para cumprir os objetivos do plano de vacinação.

Este número foi transmitido por António Costa na sua conta pessoal na rede social Twitter, numa mensagem em que salienta que "183 mil vacinas foram administradas nestes dois dias".

O teste foi um grande sucesso. Parabéns aos profissionais de saúde, aos autarcas e ao [coordenador da ‘task force’ para a vacinação] vice-almirante Gouveia e Melo e sua equipa. Portugal está pronto para cumprir o objetivo", escreveu o primeiro-ministro.

Entre as pessoas vacinadas este fim de semana estiveram quase 170 mil professores e funcionários das escolas que receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19, depois de o processo ter sido adiado uma semana devido a novas restrições.

Na quinta-feira, em conferência de imprensa, no final do último Conselho de Ministros, António Costa disse que "o processo de vacinação tem vindo a decorrer nos seus termos normais".

As metas fixadas pela ‘task force' da vacinação são claras e permitem antever que no final deste mês de abril toda a população com mais de 70 anos possa estar vacinada e, até ao mês de maio, toda a população com mais de 60 anos possa estar vacinada", declarou o líder do executivo após o Conselho de Ministros em que foi tomada a decisão de avançar para a terceira de quatro fases do plano de desconfinamento do Governo.

António Costa acrescentou que, até ao final de maio, "poderá estar vacinada 96% da população na faixa etária" com maior taxa de mortalidade de covid-19.

Significa isto que vencemos a pandemia no final de maio? Não. Significa que a partir de final de maio estaremos mais seguros do que aquilo que estamos hoje", sustentou.

Em Portugal, morreram 16.945 pessoas dos 831.001 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

/ CE