O Presidente da República e o primeiro-ministro António Costa reúnem-se esta segunda-feira no Palácio de Belém, devido à greve dos motoristas. 

A TVI sabe que Marcelo Rebelo de Sousa não deverá falar após o encontro, marcado para as 15:30 desta segunda-feira, dia em que o Presidente da República deveria começar um período de férias.

O primeiro-ministro, que já falou à imprensa esta manhã, sublinhou que a greve tem decorrido "com normalidade" e que os serviços mínimos têm sido assegurados, depois de o representante do Sindicato dos Motoristas de Matérias Perigosas ter ameaçado com o incumprimento.

António Costa disse ainda que, para já, não se tornou necessário decretar requisição civil dos motoristas.  Após uma reunião na sede da Autoridade Nacional da Proteção Civil, o primeiro-ministro admitiu que "temos de estar preparados para o pior desejando o melhor", mas assinalou que, até ao momento, só houve "um ou dois incidentes pontuais" desde que a greve teve início. "O melhor que podemos desejar é que as partes aproveitem esta oportunidade para fazerem negociações", sublinhou.

Recorde-se que, na passada quinta-feira, o Presidente da República disse estar a acompanhar “tudo o que se passa” relativamente à greve dos motoristas, mas recusou pronunciar-se por estar no estrangeiro - em visita oficial à Alemanha - remetendo uma eventual posição para a chegada a Portugal.

Na cidade de Rostock, Marcelo Rebelo de Sousa esclareceu que “no momento oportuno, se for caso disso, depois de regressado a território português”, poderá pronunciar-se. 

À pergunta se “tem o carro atestado”, o Presidente da República declarou então que tem “um princípio básico” de atestar o carro sempre que regressa de uma viagem, o que fez quando regressou do fim de semana passado em que esteve no Algarve “com os netos”.

Eu tenho um princípio básico: quando termino uma viagem atesto o carro logo. E como acabei de vir do fim de semana em que estive com os meus netos no Algarve, atestei o carro. E, portanto, estou em condições de partir naquilo que está na minha cabeça para ser o dia do começo das minhas férias, assim os diplomas mo permitam, que é o dia 12, a próxima segunda-feira”, disse.