O primeiro-ministro português apelou aos parceiros da União Europeia que sigam o exemplo de Portugal e entreguem os seus Planos de Recuperação e Resiliência para que possam começar a ser aprovados na reunião do Ecofin de 18 de junho.

"Encorajo todos os Estados-membros a apresentar os seus Planos de Recuperação e Resiliência, tal como #Portugal fez hoje, e a @EU_Commission à sua rápida apreciação, para que possamos ter os primeiros PRRs aprovados no Ecofin de 18 de junho", escreveu António Costa na sua conta oficial da rede Twitter numa mensagem em português, francês e inglês.

Portugal foi o primeiro Estado-membro da União Europeia a enviar a versão final do PRR à Comissão Europeia. O documento foi hoje entregue pelo Governo à Comissão Europeia através de plataforma informática oficial.

O plano prevê projetos de 16,6 mil milhões de euros, dos quais 13,9 mil milhões de euros dizem respeito a subvenções a fundo perdido. O Governo diz ter ainda "em aberto" a possibilidade de recorrer a um valor adicional de 2.300 milhões de euros em empréstimos.

/ MJC