O ex-ministro da Agricultura António Serrano afirmou, esta terça-feira, que a sua sucessora, Assunção Cristas, vai ter «muito mais trabalho», por causa da junção das pastas do Ambiente e Ordenamento do Território no mesmo ministério.

«Há muito trabalho por fazer e muitas dificuldades para vencer, espero que a nova ministra possa ter sucesso nas suas novas funções», disse António Serrano, à saída da cerimónia da tomada de posse do novo Governo que decorreu esta terça-feira no Palácio da Ajuda, em Lisboa.

Assunção Cristas é a nova titular das pastas da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território.

O ex-governante realçou que «o setor é muito difícil» e observou que a nova ministra tem mais pastas, concluindo: «acho que vai ter muito mais trabalho do que eu tive».

Quanto aos dossiers «mais pesados», destacou dois: a Política Agrícola Comum, em plena reforma, e a política comunitária de pescas, envolvendo ambos a aplicação de fundos comunitários.
Redação / MM