"Creio que esta coligação PSD/CDS, mais independentes, tem todas as condições para vir a vencer as eleições legislativas deste ano", salientou, sublinhando que a vai defender de "forma clara" junto dos órgãos nacionais do CDS-PP.

"É nosso dever para com as gerações futuras, para com os nossos filhos, que seja este governo, que é credível, a poder sustentar uma base eleitoral alargada aos independentes para que possamos ter uma governação ambiciosa, mas também muito credível e muito sólida", vincou.