O Presidente da República Portuguesa disse esta terça-feira estar a “acompanhar com grande consternação o bárbaro atentado” de segunda-feira em Manchester, que causou pelo menos 22 mortos e 59 feridos.

Numa mensagem enviada à rainha de Inglaterra, Marcelo Rebelo de Sousa manifestou a solidariedade “em nome do povo português, em particular para com as famílias das vítimas”.

Na mensagem, o Presidente português, que se encontra numa visita ao Luxemburgo, sublinhou a importância de uma “Europa unida no combate ao terrorismo e à defesa constante e permanente dos valores da democracia, da promoção da paz e do respeito pelos direitos humanos”.

Pelo menos 22 pessoas morreram e 59 ficaram feridas numa explosão na Arena de Manchester, no norte da Inglaterra, na segunda-feira, no final de um concerto da cantora Ariana Grande, de acordo com o balanço mais recente da polícia.

O comandante da polícia de Manchester, Ion Hopkins, disse que as autoridades suspeitam que o responsável foi um homem apenas, que morreu na explosão e que “transportava um engenho explosivo improvisado, que detonou, causando esta atrocidade”.

As autoridades britânicas estão a tratar este caso como um "incidente de terrorismo”.