O Conselho Nacional do PSD vai reunir-se no próximo dia 14 de outubro. Na agenda do partido está a discussão das eleições autárquicas e a marcação das eleições diretas e também do congresso.

Depois de terem sido dadas como decisivas para a liderança do PSD, as eleições autárquicas foram um balão de oxigénio para o atual presidente do partido. Rui Rio chegou mesmo a admitir que não se recandidataria caso tivesse um mau resultado, mas as sondagens não se verificaram tão más e deram novo fôlego ao líder social-democrata.

Além das vitórias no Funchal e em Coimbra, a surpreendente vitória de Carlos Moedas em Lisboa fez com que o PSD tivesse saído da noite eleitoral com outro sorriso, ainda que tenha perdido as eleições no geral para o PS.

Perante o fraco apoio a Rui Rio, começaram a surgir alguns nomes para concorrer ao cargo, nomeadamente o de Paulo Rangel. Resta saber se essa hipótese se confirma mesmo num cenário de renovada confiança no presidente do partido.

Hugo Matias