O autarca socialista Fernando Medina optou esta quinta-feira por não acompanhar o chefe de Estado na Feira do Livro, enquanto o candidato social-democrata Carlos Moedas apareceu a meio do percurso de Marcelo Rebelo de Sousa.

Na cerimónia de inauguração da 91.ª Feira do Livro de Lisboa, Fernando Medina discursou brevemente enquanto presidente da Câmara Municipal para "agradecer reconhecidamente a todo o setor do livro" e disse que desta vez não iria acompanhar Marcelo Rebelo de Sousa "para não haver quem possa recear alguma ação ou intenção de campanha eleitoral".

Em seguida, o Presidente da República andou cerca de uma hora pelo recinto, subindo o Parque Eduardo VII, até que começaram a aparecer alguns elementos da campanha de Carlos Moedas e depois o próprio candidato social-democrata.

Os dois cumprimentaram-se, rodeados pela comunicação social, e despediram-se após uma curta troca de palavras.

"Gostei muito de o ver nesta grande coincidência de me cruzar aqui consigo, mas sei que é um 'habitué', eu também, então olhe, aqui estamos", declarou Moedas, que usava uma máscara da sua candidatura, com a frase "Lisboa pode ser muito mais do que imaginas".

/ CP