O independente Rui Moreira vai ganhar as eleições para a Câmara Municipal do Porto com uma margem confortável, podendo mesmo chegar à maioria absoluta, segundo a projeção da Pitagórica para a TVI.

O atual autarca portuense conquistará entre 39,2 a 45,2 por cento dos votos, o que garantirá entre seis a sete mandatos. Neste segundo caso, isso significará a maioria absoluta. Recorde-se que, atualmente, Moreira já tem sete vereadores na Câmara.

O PS, com entre 13,7 a 19,7 por cento dos votos, está em risco de perder pelo menos um dos quatro mandatos, podendo eleger entre 2 a 3 vereadores.

Candidatos

Percentagem Mínima

Percentagem Máxima

Mandatos Mínimo

Mandatos Máximo

Rui Moreira

39.2

45.2

6.0

7.0

PS

13.7

19.7

2.0

3.0

PPD/PSD

12.2

18.2

2.0

2.0

PCP-PEV

6.5

10.5

1.0

1.0

B.E.

5.3

9.3

0.0

1.0

PAN

1.2

5.2

0.0

0.0

CHEGA

0.8

4.8

0.0

0.0

Outros partidos/Brancos/Nulos

2.1

6.1

0.0

0.0

Já o PSD, com Vladimiro Feliz, pode aumentar de um para dois mandatos, com uma votação entre 12,2 a 18,2 por cento.

A CDU deverá manter a vereadora Ilda Figueiredo, com uma votação entre 6,5 a 10,5%.

O Bloco de Esquerda, com uma margem entre 5,3 a 9,3%, poderá ainda eleger um vereador.

Ficha Técnica

Sondagem realizada pela Pitagórica para a TVI com o objetivo de recolher informação sobre o comportamento de voto nas eleições autárquicas de 26 de setembro de 2021 nos concelhos de Lisboa e Porto.

O trabalho de campo decorreu no dia 26 de Setembro de 2021 Fora m recolhidas 6206 em Lisboa e 5390 no Porto simulações de voto em tablet depois dos eleitores terem votado.

A amostra foi recolhida de forma aleatória em 10 freguesias 55 assembleias de voto) A Taxa de resposta foi de 58 05 Lisboa) 61 64 Porto) e e a direção técnica do estudo é da responsabilidade de Rita Marques da Silva.

A ficha técnica completa bem como todos os resultados foram depositados junto da Entidade Reguladora da Comunicação Social que os disponibilizará para consulta online.

Catarina Pereira