A deputada Joana Mortágua é a candidata do Bloco de Esquerda (BE) à presidência da Câmara Municipal de Almada nas próximas eleições autárquicas, onde é vereadora desde 2017, adiantou hoje à Lusa fonte do partido.

A deputada e vereadora Joana Mortágua foi ontem [sábado] aprovada pelos aderentes do Bloco de Esquerda de Almada como candidata à presidência da Câmara Municipal de Almada, nas próximas eleições autárquicas, obtendo na votação 90,2% dos votos expressos a favor”, referiu.

Joana Mortágua, de 34 anos, foi candidata a esta autarquia do distrito de Setúbal nas últimas autárquicas de 2017, onde foi eleita vereadora.

O seu mandato ficou marcado pela oposição ao executivo liderado por Inês de Medeiros [PS] em matérias como a política de habitação - pela defesa de intervenção pública num dos municípios com maiores carências habitacionais e onde a pressão imobiliária tem levado a aumento consistente do preço da habitação - assim como pela luta contra a precariedade e pela defesa de mais e melhores transportes públicos”, sublinhou o BE.

 

A bloquista, licenciada em Relações Internacionais, disse, num curto vídeo, que a sua candidatura vai ser fundada nos valores de Abril, que não esquece que a “democracia precisa de pão, habitação, saúde e educação”.

O atual executivo municipal, liderado por Inês de Medeiros [PS], é composto por quatro eleitos pelo PS, dois pelo PSD, quatro pela CDU e um pelo BE.

As eleições autárquicas têm de ser marcadas pelo Governo para o período entre 22 de setembro e 14 de outubro.

Em Portugal há 308 municípios (278 no continente, 19 nos Açores e 11 na Madeira), e 3.092 juntas de freguesia (2.882 no continente, 156 nos Açores e 54 na Madeira).

/ CE