O presidente do CDS-PP afirmou esta sexta-feira que o partido recebeu com "grande alegria e entusiasmo" a candidatura de Carlos Moedas à Câmara de Lisboa, considerando que é "um nome forte" e uma "ótima notícia" para a capital.

O CDS congratula-se com a disponibilidade de Carlos Moedas para se candidatar à Câmara Municipal de Lisboa, é uma notícia que recebermos com grande alegria e entusiasmo", disse aos jornalistas, depois de se ter reunido com Carlos Moedas, na sede nacional do CDS-PP, em Lisboa, durante cerca de uma hora e meia.

Francisco Rodrigues dos Santos salientou que "Carlos Moedas é um nome forte que reuniu um sólido consenso entre as direções do CDS e do PSD em todas as reuniões mantidas sobre a estratégia para as próximas eleições autárquicas", sendo “ótima notícia para Lisboa”.

O líder centrista indicou também que constitui “o primeiro passo para que haja uma coligação ganhadora de centro-direita para a capital do país, que naturalmente irá ser aprofundada pelas direções de ambos os partidos".

Como líder do CDS, assumo a vontade do partido de trabalhar num projeto mobilizador da nossa área política, que seja capaz de libertar os lisboetas do socialismo e oferecer à cidade uma oferta de mudança para o futuro", disse.

Defendendo que "o contributo do CDS em Lisboa é decisivo para a construção de uma alternativa de centro-direita em Lisboa, como de resto a história da cidade, desde o engenheiro Cruz Abecassis, sempre o demonstrou", o presidente do CDS deixou um repto: "por isso, com Carlos Moedas, vamos a isso".

O ex-comissário europeu Carlos Moedas foi anunciado na quinta-feira como candidato do PSD à Câmara Municipal de Lisboa, em vésperas da assinatura de um acordo-chapéu para coligações autárquicas.

/ MJC