VOTE NA SONDAGEM





mas os líderes da maioria PSD e CDS-PP, Pedro Passos Coelho e Paulo Portas, já recusaram essa possibilidade.















 A vida política nacional «precisa de mais serenidade e de não atingir esses graus de esquizofrenia». «Em Portugal, ainda hoje há manifestações de histeria política pelo facto de Durão Barroso ter ido para presidente da Comissão Europeia. Devíamos ter orgulho», lamentou.



Maioria no Parlamento é «decisiva para o país»



 «É preciso criar uma atmosfera que, vindo da base, chegue até às estruturas partidárias e seus dirigentes, em que as pessoas lhes façam sentir que o país perde muito se não existir uma cultura de compromisso», referiu.






Cavaco «escolheu estar de acordo com Governo».  «o conceito de estabilidade do Presidente da República  é a destruição do país».

«Penso que alguma boa informação de Bruxelas deve ter chegado a algumas pessoas que tinham dito coisas contrárias àquelas que o bom senso aconselhava e que o PS, na sua declaração, acolheu», salientou.