Filipe Lobo d'Ávila, vice-presidente do CDS-PP, apresentou a demissão da comissão executiva do partido.

A ele juntaram-se outro vice, Raúl Almeida e Isabel Menéres Campos.

As demissões surgem no dia em que o eurodeputado Nuno Melo admitiu avançar para a liderança no próximo ano.

Já ontem, Adolfo Mesquita Nunes, antigo vice-presidente de Assunção Cristas, pediu eleições internas antecipadas.

O presidente do CDS já tinha reagido ontem a Mesquita Nunes, ao dizer que o partido não andava ao sabor de artigos de opinião, e lembrou que vai ouvir os órgãos do partido ainda esta semana para decidir o futuro.

Gonçalo Nuno Cabral