O líder do CDS-PP, Paulo Portas, defendeu esta quarta-feira, em Torres Vedras, a aposta na economia baseada na responsabilidade social para aumentar a produtividade do país e evitar casos de desempregados que recusam emprego.

«Existe o que eu chamo a técnica do carimbo, porque há pessoas que não andam à procura de emprego mas de um carimbo para não ficar sem o subsídio de desemprego e que não acrescentam produtividade ao país», afirmou Paulo Portas.

O líder do CDS-PP visitou a empresa Deficifield, em Torres Vedras, uma das duas existentes no país que apostam na integração de pessoas portadoras de deficiências na confecção manual de malas, carteiras, cintos e outros artigos em pele.

Dos 15 trabalhadores desta empresa, oito são portadores de deficiências.

«Esta empresa é um exemplo da economia de mercado de responsabilidade ética e social, ou seja, tem metade dos trabalhadores portadores de deficiências, produz e coloca os seus produtos no mercado», destacou Paulo Portas.