polémica alteração à legislação sobre cobertura eleitoral



"Nunca o PS poderia estar envolvido em qualquer proposta que significasse uma limitação à liberdade editorial dos órgãos de comunicação social. O plano não tem de ser avalizado. É apenas um dever de comunicação apenas para que órgãos possam ser avaliados em função da sua própria estratégia"


nega

diretores de informação"censura"

"inaceitável" e, mesmo, "um absurdo"



"morreu hoje"



Redação / VC - Notícia atualizada às 15:10