José Sócrates vai ser representado a 1 de Março de 2009 pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, na Cimeira Europeia informal que vai discutir a situação económica e financeira da zona euro.

Segundo a Agência Lusa, o primeiro-ministro vai estar retido no Congresso do PS, em Espinho. Por este motivo, explicou fonte governamental, a participação de Sócrates na reunião dos chefes de Estado é «pouco provável». A Cimeira coincide com o final do congresso do PS que está marcado para 27, 28 de Fevereiro e 1 de Março. O congresso socialista vai reeleger Sócrates como secretário-geral do partido.

Esta não é a primeira vez que o primeiro-ministro falta a uma Cimeira Europeia devido a problemas de agenda. A 7 de Novembro de 2008 José Sócrates teve também que falhar uma reunião especial sobre a reforma do sistema financeiro internacional por causa do debate e votação do Orçamento para 2009. Nesta reunião também foi substituído por Luís Amado.