No dia em que é discutida a renovação do Estado de Emergência, o Partido Comunista Português (PCP) entregou um conjunto de 35 propostas dirigidas ao reforço do Serviço Nacional de Saúde.

Enfrentar a pandemia de covid-19 exige o reforço do SNS", salientou o líder parlamentar do PCP, João Oliveira, em conferência de imprensa.

Entre as propostas do Partido Comunista, está o reforço das Unidades de Saúde Pública, a fixação de médicos nas zonas careciadas e medidas de valorização dos profissionais de saúde.

Para o PCP, o direito dos utentes à saúde passa também pela acessibilidade aos medicamentos, pelo que propõe a dispensa gratuita aos doentes crónicos, às pessoas com mais de 65 anos e às pessoas com carência económica.

Todas as propostas já foram discutidas com o Governo numa fase inicial.

O Partido Comunista Português (PCP) vai votar contra o projeto de estado de emergência, discutido esta sexta-feira no Parlamento.

Rafaela Laja