O primeiro-ministro, António Costa, anunciou esta terça-feira que o Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou por unanimidade uma recomendação para a recondução de António Guterres no cargo de secretário-geral da ONU.

António Costa transmitiu esta recomendação do Conselho de Segurança à Assembleia Geral das Nações Unidas numa declaração aos jornalistas no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas acaba de aprovar por unanimidade uma recomendação para a recondução do engenheiro António Guterres num novo mandato de secretário-geral das Nações Unidas", declarou o líder do executivo português.

Também o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, saudou hoje o apoio do Conselho de Segurança das Nações Unidas à recandidatura de António Guterres ao cargo de secretário-geral desta organização.

Queria dizer-vos que é com muita alegria que soube que o Conselho de Segurança adotou como sua a candidatura do engenheiro António Guterres a uma reeleição como secretário-geral das Nações Unidas", declarou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas, a meio de um percurso a pé no concelho de Câmara de Lobos, na Madeira, onde se encontra para as comemorações do Dia de Portugal.

O chefe de Estado realçou que este "é um processo às vezes complicado" e que os membros permanentes do Conselho de Segurança "são decisivos".

Segundo o Presidente da República, "é um prestígio enorme para Portugal esta aceitação a nível mundial de países tão diferentes como os Estados Unidos da América, o Reino Unido, a França, a República Popular da China e a Federação Russa".

. / HCL