"O PS ainda não explicou como é possível retirar cerca de 14 mil milhões de euros do sistema, conseguir continuar a pagar as pensões e garantir a sustentabilidade da Segurança Social", disse.




"Parece ser um ministro sombra", disse a vice-presidente da bancada do PS, usando a ironia.




"Precisamos de defender o trabalho digno em Portugal, mas isso não faz parte do léxico do atual Governo", acusou ainda a dirigente socialista.

Redação / MM