O Governo alargou a obrigatoriedade de apresentação de certificado digital de vacinação ou recuperação, ou um teste negativo a outros estabelecimentos e eventos.

Segundo António Costa, esta ferramenta terá uma "utilização intensiva".

Além do uso dos certificados ou testes negativos nos estabelecimentos turísticos e no alojamento local, que já acontecia em todo o país, e no interior dos restaurantes, ao fim de semana e nos feriados, o Governo alargou a lista:

  • Viagens por via aérea ou marítima
  • Estabelecimentos turísticos e alojamento local
  • Restaurantes e bares no interior, ao fim de semana e feriados
  • Ginásios, para aulas de grupo
  • Termas e Spas
  • Casinos e bingos
  • Eventos culturais, desportivos ou corporativos com mais de 1.000 pessoas (em ambiente aberto) ou 500 pessoas (em ambiente fechado)
  • Casamentos e batizados com mais de 10 pessoas

Esta e outras medidas foram apresentadas esta quinta-feira, após o Conselho de Ministros, em que também foram anunciadas as três novas fases do desconfinamento

Catarina Pereira