A Comissão Política Concelhia do CDS aprovou na segunda-feira, por unanimidade, o apoio à candidatura de Suzana Garcia à Presidência da Câmara Municipal da Amadora e a constituição de uma coligação pré-eleitoral com o PSD, aberta a independentes e outras forças políticas do centro e da direita democrática.

É para pôr fim a este cenário desolador que PSD e CDS unem esforços, propondo à cidade a candidatura de uma mulher que os Portugueses conhecem bem. Uma candidata independente, sem amarras, sem medo de cortar a direito e com outra ambição para a Amadora", anunciou o partido, em comunicado.

Amélia Mestre, Presidente do CDS Amadora, considera que “A candidatura de Suzana Garcia está a gerar uma onda de esperança e entusiasmo como há muito não se via na Amadora. Daí os ataques e a indisfarçável preocupação da elite de esquerda, que se julga dona da cidade e dos votos dos Amadorenses. A verdade é que o PS pensava que a vitória estava garantida e, por isso, desleixou-se, desistiu de cuidar da Amadora. Esse tempo 
acabou”.

A Presidente da Concelhia acrescenta que “Há uma sintonia evidente entre as ideias que a Dra. Suzana Garcia tem vindo a apresentar e as propostas políticas do CDS Amadora”.

Redação / RL