O líder do Partido Trabalhista Português (PTP) nos Açores, José Fernandes, congratulou-se pelo que considerou ser «um bom resultado» para um partido que foi estreante em eleições regionais.

O PTP obteve 477 votos, que correspondem a 0,44 por cento, ficando em último lugar entre os 12 partidos concorrentes, escreve a Lusa.

Também o líder do Partido Democrático do Atlântico (PDA), Rui Matos, ficou satisfeito com um dos «melhores resultados de sempre» do partido nas eleições regionais nos Açores de hoje.

O PDA obteve 530 votos, que correspondem a 0,49 por cento, ficando em sétimo lugar entre os 12 partidos concorrentes, acrescenta a Lusa.

Menos satisfeito ficou o líder do MPT nos Açores, Manuel Moniz, que afirmou estar triste «por ainda não ter conseguido a eleição», cita a Lusa.

O MPT obteve 833 votos, que correspondem a 0,77 por cento, ficando em sexto lugar entre os 12 partidos concorrentes. O PS ganhou as eleições com maioria absoluta.

Para o PCTP/MRPP, os açorianos «perderam a oportunidade de terem uma voz» no parlamento regional que «se demarca do oportunismo», alegando que o partido «não sai derrotado» das eleições nos Açores, apesar de só ter conseguido 347 votos.