destacaram esta terça-feira os esforços do presidente angolano José Eduardo dos Santos na consolidação da democracia naquele país



Bloco de Esquerdaisolado nas críticas à «falta de democracia»







Manuel Alegreo presidente angolano «fez a paz» e «abriu caminho para a democracia», possibilitando dessa forma «novas janelas» nas relações entre Portugal e Angola.





PSD, Paulo Rangel

«Não se chegou ao grau satisfatório de garantias democráticas mas está-se a fazer o caminho. Em vez de sinais de ruptura, devemos dar apoio a quem está a fazer esse esforço de construção»

comunista, Bernardino Soares



CDS-PP, o líder parlamentar Diogo Feyo