Alberto João Jardim disse que Portugal está a caminhar para o que diz ser o chavismo europeu. «Corremos o risco de Portugal se tornar num regime bolivariano da Europa, de ter aqui o chavismo europeu», disse o presidente do Governo Regional da Madeira.

Em palavras proferidas durante a inauguração das novas instalações das finanças regionais na ilha do Porto Santo, o líder madeirense criticou a política fiscal do Governo, dizendo que o crédito às pequenas e médias empresas deve ser facilitado.