"E também, primeiro o CDS e agora a coligação [com o PSD], no seu programa eleitoral, que anuncia de forma encriptada que, a partir de 2016, de uma forma gradualista, encetaria negociações com a Santa Sé para a reposição de feriados religiosos com repercussão também nos feriados civis", destacou.