O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, foi hoje submetido “com sucesso” a uma nova intervenção cirúrgica pulmonar, conforme previsto, informou à Lusa o seu gabinete.

“Por determinação da avaliação clínica, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, acaba de ser submetido, com sucesso, a uma nova intervenção cirúrgica pulmonar, conforme previsto e anunciado”, refere a nota enviada à Lusa, e que irá ser disponibilizada no site do parlamento.

Tal como na primeira cirurgia, realizada no dia 21 de março, esta operação decorreu no Hospital Pulido Valente, em Lisboa, e Ferro Rodrigues voltará a ser substituído nas funções de presidente da Assembleia da República pelo vice-presidente eleito pelo PS, Jorge Lacão.

Previsivelmente, de acordo com a nota, o impedimento temporário durará uma semana, até à próxima sexta-feira, dia 11 de maio.

“No momento em que seja dada alta clínica ao presidente da Assembleia da República, ou se motivo existir que o justifique, o gabinete emitirá nota pública”, acrescenta o texto.

Há cerca de mês e meio, Ferro Rodrigues já tinha sido submetido a uma intervenção cirúrgica no pulmão e que também decorreu “com sucesso”, segundo o seu gabinete.

Nessa ocasião, o presidente da Assembleia da República voltou ao trabalho pouco mais de uma semana depois da operação, em 29 de março.

Na altura em que foi anunciada a primeira intervenção cirúrgica, o gabinete de Ferro Rodrigues – a segunda figura na hierarquia do Estado - admitia já a possibilidade de uma posterior intervenção no outro pulmão, em função da avaliação clínica.