O comentador político e antigo presidente do PSD quis desfazer um boato que circula de que ele e Ricardo não se podiam ver... mas tudo não passava de um mal entendido, por causa do horário em que ambos apareciam na televisão, ao domingo à noite.

Tempo ainda para uma provocação a Rui Rio, que tinha dito ser fã de Gente Que Não Sabe Estar porque a alternativa era ver Marques Mendes. Esta noite, por exemplo, Rui Rio deveria ser obrigado a ver tanto Ricardo Araújo Pereira como Marques Mendes porque a alternativa seria ver Luís Montenegro a desafiá-lo para a liderança do PSD.

Assunção Cristas recebeu elogios de Marques Mendes por causa da maneira como decidiu sair do CDS, depois das eleições, ao dizer que saber sair é uma arte. Questionado sobre que tipo de artista Rui Rio iria ser, o comentador não quis entrar em polémicas, para não ser desagradável, nem deselegante.

Tempo ainda para uma hipotética corrida a Belém… de Ricardo Araújo Pereira. O humorista comparou o percurso de Marques Mendes e Marcelo Rebelo de Sousa – longa carreira no PSD, ambos foram presidentes do partido e ambos gostam de fazer comentário televisivo ao domingo à noite – e questionou-o se estaria a um mergulho no rio Tejo de ser o próximo presidente da República.

Marques Mendes ripostou, sugerindo a Ricardo Araújo Pereira que avançasse para Belém, visto que gozava de grande popularidade, à semelhança de Marcelo, e mostrou-se disponível para ser seu assessor, prometendo informação limpinha e sem toupeiras.

Ricardo Araújo Pereira decidiu recusar a proposta, uma vez que acredita que ser presidente da República seria uma despromoção em relação ao que agora faz: gozar com o presidente.

Ricardo Araújo Pereira considera que Marques Mendes é a pessoa indicada, pelo tempo em que passou no parlamento e não só, a dar conselhos aos mais partidos mais pequeninos que agora entraram na Assembleia da República.