A comissão parlamentar de Defesa Nacional aprovou esta terça-feira um requerimento do BE para ouvir o ministro da tutela, João Gomes Cravinho, sobre as condições estatutárias e laborais da Polícia Marítima.

A solicitação mereceu os votos favoráveis de todas as forças políticas representadas à exceção do PS.

Apesar de se ter abstido, o deputado socialista Diogo Leão sugeriu que a audição fosse efetuada no mesmo dia em que o ministro já tinha prevista a presença na Assembleia da República, por questões de economia de tempo e facilidade de agenda do governante.

Gomes Cravinho já estava convocado para responder a questões sobre a situação de violência armada em Moçambique e presença militar portuguesa naquele país africano, a pedido do CDS-PP.

Sobre a Polícia Marítima, o deputado bloquista João Vasconcelos defendeu ser essencial que o membro do Governo minoritário do PS esclareça que medidas estão a ser desenvolvidas para dar “meios humanos” e “condições de trabalho à força policial, tanto mais que se aproxima nova época balnear”.

/ HCL