NOTÍCIA ACTUALIZADA

Valentim Loureiro fez uma autêntica declaração de vitória, à varanda do edifício onde se concentrou a sua candidatura, este domingo, em Gondomar. «Ganhámos, ganhámos, ganhámos!», gritou efusivamente.

«Mulheres e homens de Gondomar, muito obrigado pelo vosso apoio. (...) Quero agradecer-vos a força e a genica que me deram. Porque, se não têm sido vocês a dar-me essa força e esse apoio, teria sido muito difícil resistir a tantos ataques que me fizeram», gritou.

Valentim disse que obteve informações, a partir dos delegados nas assembleias de voto, que a candidatura independente que lidera obteve «a maioria dos votos e dos mandatos».

Resultados finais

Valentim Loureiro manteve a presidência da Câmara de Gondomar, mas perdeu a maioria absoluta, caindo 14,78 por cento na votação face às autárquicas de 2005.

O autarca que há quatro anos tinha conquistado uma folgada maioria absoluta (57,53 por cento dos votos, correspondentes a oito mandatos num executivo de 11), registou agora 42,75 por cento dos votos e cinco mandatos.

A maior subida em Gondomar foi do PS, que passou de 18,65 por cento e dois mandatos, em 2005, para 29,33 e quatro mandatos. O PSD também subiu a sua votação de 7,22 por cento (um vereador) para 15,31 por cento (dois eleitos).