O filho da secretária regional do Trabalho e Solidariedade Social nos Açores, Ana Paula Marques, devolveu o dinheiro da bolsa de estudo que recebeu para a frequência de um curso de piloto de aviação civil, cuja atribuição gerou polémica. A devolução foi confirmada esta quarta-feira à Lusa por Ana Paula Marques, que considerou ter sido alvo de uma campanha caluniosa na sequência da atribuição daquela bolsa de estudo.

«Fizemos o que achámos que devia ser feito na sequência do que se passou aqui [parlamento regional] a 23 de Setembro», afirmou a secretária regional. Ana Paula Marques referia-se ao debate parlamentar em que a bancada do PSD/Açores pediu que se demitisse na sequência daquela polémica.

Ana Paula Marques frisou que o filho «achou que esta situação não era digna para a mãe, que exerce um cargo político e público» e que o episódio «fragilizava a imagem» da família, pelo que decidiu devolver o dinheiro recebido.

De acordo com a secretária regional, a devolução ocorreu em Dezembro de 2010. Disso foi dado conhecimento ao presidente do governo regional, Carlos César, que, de início, considerou a medida «injusta», mas acabou por a aceitar.

Ana Paula Marques rejeitou, no entanto, a ideia de que a decisão de devolver o dinheiro da bolsa de estudo represente uma assunção de culpa. A secretária regional do Trabalho e Solidariedade Social lamentou frisou que qualquer investigação poderá confirmar que não houve qualquer favorecimento na matéria.

Ana Paula Marques lamentou, por outro lado, o «ataque político e pessoal» de que foi alvo por parte de alguns deputados do PSD/Açores. A governante regional acusou os deputados de lhe «atacarem» a família, «difamando-a» e fazendo «acusações muito baixas» através das redes sociais na Internet.