Salientando que este documento “não é o Orçamento que o PAN apresentaria”, a líder parlamentar do PAN, Inês Sousa Real, defendeu que a posição do partido de se abster na votação na generalidade foi a mais responsável. Ao mesmo tempo, deixou o que pareceu ser um ‘recado’ para o Bloco de Esquerda.

Haverá seguramente quem queira convencer a todos e ao país de que o voto contra o Orçamento de Estado, a este tempo, é perfeitamente justificável. A esses, o PAN diz que, neste momento, o parlamento tem a possibilidade de, não se demitindo das suas responsabilidades, decidir tornar esta proposta num Orçamento que contemple as visões das diferentes forças políticas e, portanto, das diferentes preocupações das cidadãs e dos cidadãos”, defendeu a líder parlamentar do PAN.

 

Mas o PAN não se demite da sua responsabilidade, enquanto partido eleito, para contribuir para fazer avançar as causas que defende e que representam cada vez mais pessoas, com foco naquilo que de facto mais importa: o bem comum”, afirmou.

Inês Sousa Real comprometeu-se a apresentar, nas próximas semanas, “propostas para melhorar o orçamento”.

Já o líder parlamentar do Partido Ecologista “Os Verdes” classificou a abstenção do partido na generalidade como “mais oportunidade” ao Governo e, em resposta ao CDS-PP, excluiu-se do “circo de birras irrevogáveis” do verão de 2013.

Esta postura de abertura tem um e um só propósito: dar mais uma oportunidade ao PS e ao Governo para também assumirem uma postura de abertura no combate à pobreza, reforço dos serviços públicos ou investimento nos transportes públicos, em particular a ferrovia”, elencou.

O líder parlamentar do PEV questionou ainda o primeiro-ministro sobre “qual a abertura do Governo” para reavaliar a “insistência incompreensível” de levar o novo aeroporto de Lisboa para o Montijo ou, pelo menos, sujeitar esta opção a uma avaliação ambiental estratégica.

Não coincidimos quanto à melhor localização, até do ponto de vista ambiental, do novo aeroporto”, respondeu, apenas, António Costa sobre este assunto.

Lara Ferin