José Sócrates surgiu com cara de poucos amigos na sala Europa do Hotel Altis, mas começou por assumir a derrota. Ciente das dificuldades, diz que o seu objectivo é vencer as legislativas, assegurando que não mexe no Governo.

Veja todas as reacções no blog das legislativas

«Quero começar por saudar e felicitar todos os deputados eleitos, de todos os partidos, que vão representar Portugal. Felicitar o PSD, o partido mais votado, e que teve vitória política. Estes resultados são decepcionantes e ficam aquém da expectativa. Quero assumir a responsabilidade política estas eleições, que foram disputadas em condições muito difíceis para o PS. Os resultados não são bons, mas são resultados para o Parlamento Europeu e em nada diminuem a determinação do PS para a manutenção da governabilidade do nosso país», frisou.

«Agradeço ao Vital Moreira pela forma como assumiu este projecto. O PS tem muito orgulho em tê-lo como deputado e temos confiança em si», disse, dirigindo-se ao cabeça-de-lista do PS.

«O PS já teve muitas derrotas e muitas vitórias. Surgirá uma altura em que se avalie o Governo, que é daqui a uns meses. Nesta noite eleitoral, os resultados decepcionantes dão-nos mais vontade e determinação para o futuro. Estas derrotas dão ânimo para prepararmos com mais vontade e ambição as legislativas, que temos de vencer», disse ainda.

Uma ideia fica no ar: «Sempre que o PS é derrotado, o secretário-geral do PS é derrotado, mas aqui estaremos também para as vitórias».
Hugo Beleza