«Não estamos perante uma aventura, mas é um sinal de mudança (...). Recordo que não estamos a falar de um bando de extremistas que chegou ao poder sem um plano. No entanto, há uma conclusão óbvia dos resultados: os partidos socialistas quase que desapareceram».


«Na Grécia, os partidos socialistas desapareceram e em Espanha correm o risco de não serem alternativa ao partido conservador. Isto pode ter consequências de efeito imediato em todos os países irmãos».










«Agora vai haver uma batalha. Mudou-se o poder e, nesse sentido, acabou com a impotência do sistema democrático».