A presidente da Câmara Municipal de Almada, Inês de Medeiros, afirmou que os bairros sociais de Almada são privilegiados por terem uma "vista invejável". A autarca disse mesmo que ela própria "iria viver para o Bairro Amarelo, com aquela vista maravilhosa".

Almada tem este privilégio de ter bairros sociais em espaços absolutamente maravilhosos, com uma vista invejável. Eu devo dizer que qualquer bairro social da margem Norte tem inveja. Eu própria iria viver amanhã para o Bairro Amarelo, com aquela vista maravilhosa."

As declarações foram feitas numa reunião pública ordinária da Câmara Municipal de Almada, que ocorreu na segunda-feira e que teve transmissão em direto no Youtube da autarquia.

As palavras mereceram críticas da deputada do Bloco de Esquerda Joana Mortágua, no Twitter.

Ta

Também a associação "Rés do Chão", uma associação de defesa do direito à habitação, partilhou a intervenção e deixou duras cíticas à autarca.

A Presidente da Câmara Municipal de Almada, Inês de Medeiros, acha que quem vive em habitação municipal na cidade é privilegiado porque tem uma óptima vista. Chega a dizer que iria morar para o Bairro Amarelo amanhã. Que privilégio é este? Casas sem condições, e 8.000 pessoas sem casa. É assim a política de habitação em Almada. Estamos com o Laranjeiro e com todas as famílias que precisam de resposta urgente!", escreveu a associação numa publicação no Facebook.

O Bairro Amarelo, também conhecido pelo Bairro do Picapau Amarelo, foi considerado um bairro sensível pela PSP do distrito de Setúbal.

Sofia Santana