A porta-voz do PAN estimou hoje que o partido vai ter um "dia histórico" nestas eleições autárquicas, com a eleição do seu primeiro vereador, e sublinhou a importância das decisões do poder local na vida dos portugueses.

Paula Inês Alves de Sousa Real foi o nome chamado às 11:26 na secção de voto n.º 50 da Escola Básica do 2.º e 3.º ciclos de Telheiras, na freguesia do Lumiar, em Lisboa.

“Estamos muito confiantes. Achamos que hoje vai ser um dia histórico para o PAN e que vamos, finalmente, ter a oportunidade de ter uma vereação e de pôr em prática aquilo que tem sido o ideário do PAN. […] Hoje será uma viragem para a vida autárquica do partido”, afirmou aos jornalistas, pouco depois de exercer o seu direito de voto.

A líder do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) disse esperar que este ano se consiga combater a abstenção “de forma mais considerável”, apelando para que as pessoas votem ao longo do dia, tendo em conta a “importância do poder local e as decisões que isso implica” na vida dos portugueses.

Estas são as primeiras eleições de Inês de Sousa Real como líder do partido, depois de ter substituído André Silva como porta-voz do PAN, em junho deste ano.

As mesas de voto das eleições autárquicas abriram hoje às 08:00 no continente e na Madeira para a escolha dos dirigentes dos municípios e das freguesias para os próximos quatro anos.

Nos Açores, as urnas abrem e fecham 60 minutos depois das mesas do continente e da Madeira, devido à diferença horária de menos uma hora.

Mais de 9,3 milhões de eleitores (9.323.688 cidadãos inscritos) podem votar nestas eleições autárquicas, segundo os dados do recenseamento disponibilizados pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna (MAI).

Agência Lusa / HCL