"Nunca tivemos esse objetivo [dividir a direita]. O poder é que os uniu, a falta de poder é que os pode dividir. A verdade é que os dois partidos sofreram uma pesada derrota no dia 04 de outubro", disse Jerónimo de Sousa, à margem de uma visita ao Instituto de Apoio à Criança (IAC), em Lisboa.




acordo entre PSD e CDS-PP terminou com a demissão do executivo

"Sem poder, podem, cada um, seguir cada um o seu caminho, mas, com o cheiro a poder, unir-se-ão sempre que necessário", antecipou Jerónimo de Sousa.

Falta poder a PSD e CDS-PP e falta-lhes “vontade de estar juntos”



"O PSD e o CDS reuniram-se no extremo político português para se coligarem em função de um interesse específico, exercer o poder. Falta-lhes o poder, falta-lhes a vontade de estar juntos", declarou Carlos César aos jornalistas no final da reunião desta manhã do grupo parlamentar do PS.

"Acho bem que ele tenha dito isso, até porque durante a tarde [de quarta-feira] eu tinha falado na coligação extinta. É sempre bom ver da parte dos próprios essa confissão", vincou.


posição de Passos Coelho junto dos parceiros europeus