“Não é coisa pequena, tendo em conta o mal que fizeram aos trabalhadores, aos portugueses e ao país”, disse Jerónimo de Sousa na entrevista deste sábado na TVI e na TVI24.










Foi o pior discurso de um Presidente da República desde 74. Uma postura de arrogância, discriminatória. 

“Estar no Governo não é determinante”



“O PCP não anda à procura de lugares, nem de privilégios. Para nós, estar no Governo não é determinante.”

“O PCP mantém a matriz marxista-leninista. Neste processo que está em curso, não abdicamos da nossa identidade, de um partido com uma política alternativa patriótica e de Esquerda.”