Os ministros do Ambiente e Energia de Portugal e Marrocos assinaram uma declaração considerando o hidrogénio verde uma fonte de energia mais limpa com "crescente importância" para o futuro dos dois países e acordaram fortalecer a cooperação nesta área.

Um comunicado do ministério liderado por João Matos Fernandes dá conta da assinatura de uma Declaração Conjunta sobre Cooperação para o Hidrogénio Verde hoje entre os ministros do Ambiente e da Ação Climática de Portugal e da Energia, Minas e Ambiente do Reino de Marrocos sobre cooperação para o hidrogénio verde.

Nesta declaração, os ministros reconhecem a oportunidade estratégica que a descarbonização da economia e a transição energética representam.

Os governantes consideram ainda o hidrogénio verde uma fonte de energia mais limpa e sustentável, com uma crescente importância para o futuro de ambos os países e para a sustentabilidade ambiental", refere o comunicado.

Segundo a informação, os ministros de Portugal e Marrocos acordaram fortalecer a cooperação entre os dois países, "para deste modo alinharem as suas prioridades estratégicas em relação ao hidrogénio verde com as políticas de descarbonização".

/ RL